Páginas

21 de abr de 2013

Lembranças


Longe de seus braços
Penso em tudo o que fizemos.
Penso em tudo o que deixamos de lado.
Penso em tudo o que esquecemos.

Longe de seus braços
Vejo o tempo que perdemos.
Vejo o escuro do passado.
Vejo o que não construímos.

Enquanto sonho
Lembro dos velhos tempo.
De olhos fechados
Lembro do antigo "nós".

Agora tudo o que me resta
São lembranças.
O que me resta para sonhar
São nossas antigas lembranças.

Nanda Oly

2 comentários: