Páginas

27 de jun de 2013

Um brinquedo esquecido


Te sinto estranho
Ou apenas distante
Num jogo qualquer eu te ganho
Mas, agora, estou na estante

Como um brinquedo
Você me esqueceu
Me deixou de lado
E, para mim, o céu escureceu

Esperando por um sinal
Ou um gesto aleatório
Eu me sinto mal
E sem resposta, eu choro.

Nanda Oly

2 comentários: