Páginas

25 de nov de 2013

Aquela flor


Onde não se via mais amor
Ali ficou aquela flor
Encheu seu olhos de lágrimas
Enquanto esquecia suas mágoas

Viveu dias difíceis
E também, dias incríveis
Mandou embora a dor
E só deixou ficar o amor

Sua alma suspirava
Alegre, ela cantava
Linda, essa estranha flor
Em tudo o que via enxergava amor.

Abria seus olhos e via o mundo
Via alegria em tudo
Aquela flor diferente
Ia brotando contente.

Nanda Oly

Nenhum comentário:

Postar um comentário